11 Tendências do Marketing Digital para 2022

O Marketing Digital será uma das áreas mais procuradas pelas empresas que desejam fortalecer as estratégias utilizadas para estabelecer a comunicação com o público e crescer em contexto virtual. 

E as tendências do Marketing Digital em 2022 são bastante promissoras e apontam para um futuro com muitas oportunidades e desafios. Continue a leitura e conheça as 11 tendências para essa área nos próximos meses.

1 Uma nova era sem cookies

Um dos assuntos mais relevantes para o mercado digital em 2021 foi o fim da era dos cookies, como uma medida anunciada pelo Google – a respeito do navegador mais utilizado pelos internautas, Google Chrome – e reforçada pela Apple e outras empresas do segmento.

A medida, anunciada exatamente há um ano, em janeiro de 2021, antecipava um processo gradual, previsto para ser concluído em 2022. Mas ainda no ano passado, foi anunciado que esse processo se estenderia até 2023, o que prolonga o tempo para discussões e busca de soluções.

Você sabe por que a inutilização dos cookies pelas empresas afeta o Marketing Digital? Pois são os cookies que sustentam o uso gratuito da internet, pois empresas como o Google captam os dados dos usuários para oferecê-los aos anunciantes que desenvolvem suas estratégias desta forma.

A preocupação do Google e demais empresas é com a proteção dos dados pessoais, que podem ser usados de maneira indevida, quando vazados. Especialmente nesse momento, em que a legislação está mais rigorosa quanto à coleta, processamento e armazenamento dos dados pessoais, que devem ser alinhados com as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Durante essa fase de transição, será responsabilidade dos profissionais de marketing estruturar a coleta de dados diretamente dos usuários.

Esse movimento já está acontecendo em escala global, pois segundo uma pesquisa da Deloitte, 61% das empresas de alto crescimento passaram a coletar dados diretamente com os usuários.

2 Marketing de conteúdo

Embora não seja uma novidade, o marketing de conteúdo será ainda mais relevante em 2022, pois além de servir como fonte de informação e entretenimento, ajuda a reforçar as estratégias de marketing da marca. 

Em 2022, são esperados conteúdos mais analíticos e baseados em dados. Segundo o relatório elaborado pelo Content Marketing Institute, 75% das empresas B2B esperam que o budget com marketing de conteúdo aumente em comparação com 2021.

3 Uso de vídeos curtos

Este ano, publicar vídeos curtos, como os postados no Reels do Instagram, Youtube Shorts e TikTok, será uma das principais estratégias em Social Media.

Segundo uma pesquisa sobre tendências para o marketing digital publicada pelo HubSpot, 51% dos profissionais já incluem os short-form videos em suas estratégias e 30% pretendem investir mais nesse formato do que em qualquer outro para as redes sociais.

As vantagens de apresentar conteúdo nesse formato incluem: Conquistar audiências mais jovens, influenciar na decisão de compra, popularidade, rápido consumo, retorno sobre investimento elevado, geração de novos leads, mais conversão de leads em clientes etc.

4 Novas tecnologias de imagem e som

Novamente, segundo uma pesquisa da Deloitte, a pesquisa por voz é a tecnologia de consumo de mídia com maior velocidade de adesão, especialmente pela adoção dos smart speakers.

Outra tendência é a pesquisa visual, especialmente através de plataformas como Google Lens, em que o usuário consegue fotografar ou realizar o upload da imagem. A estratégia de marketing digital pode ser inserida nesse momento, pois quando um usuário pesquisa uma determinada imagem, é possível enviar opções similares.

A realidade aumentada é uma tecnologia em expansão com grande potencial para as marcas, pois pode alavancar as vendas – nos próximos anos, será comum a equipe de marketing atuar junto com a de vendas – tanto no segmento B2C, quanto B2B. 

5 Experiências híbridas

Como o cenário da pandemia de Covid-19 ainda é muito incerto, deve ocorrer uma mescla de atividades presenciais e remotas, e não apenas em contexto profissional.

Segundo uma pesquisa da Deloitte, 75% dos executivos em escala global pretendem investir em experiências híbridas para oferecer experiências mais inclusivas (38%), ajudar as pessoas a se sentirem conectadas (40%) e para aumentar a personalização de produtos e serviços (43%). 

Embora essa seja uma tendência expressiva, é necessário refletir sobre os investimentos em infraestrutura, especialmente quando consideramos empresas menores.

6 IA em ferramentas de marketing digital

Muitas ferramentas usadas no marketing digital já podem operar com inteligência artificial para automatizar as interações entre as empresas e os clientes, reproduzindo uma comunicação bem similar com a estabelecida entre os seres humanos.

7 Social Commerce

As mídias sociais também são utilizadas para vender e comprar produtos, especialmente pelas gerações mais novas, que utilizam mais as redes sociais do que os mecanismos de buscas para pesquisar informações sobre marcas e produtos, segundo a pesquisa We are Social, da Hootsuite.

Essa tendência deve ser ainda mais explorada agora que as próprias plataformas digitais estão desenvolvendo suas lojas virtuais. Um exemplo é o Instagram, que embora tenha uma loja própria desde 2018, deve implementar uma ferramenta em que a compra pode ser finalizada dentro da rede social.

Essa tendência também deve ser implementada pelo TikTok, que firmou uma parceria com a Shopify, que permite que os criadores de conteúdo abram uma aba de compras diretamente em seus perfis. As redes sociais devem promover novos estilos de consumo em 2022.

8 Influenciadores digitais 2.0

O marketing de influência não é uma novidade. Mas recentemente surgiu um novo tipo de influenciador digital: o virtual influencer, ou seja, um influenciador digital 100% computadorizado, que deve ganhar ainda mais popularidade este ano.

Outra tendência é apostar em colaboradores como embaixadores da marca, especialmente em empresas mais modernas. E embora a audiência seja menor, a capacidade de influência é muito grande. 

Essa mesma ideia reverbera no marketing de influência pelos nano e micro influenciadores digitais.

9 Diversidade, inclusão e impacto social

Outra tendência para o marketing digital em 2022 é a do consumo baseado no impacto social que a marca oferece. O consumidor não mais deseja comprar, mas consumir de marcas que defendam causas relevantes, como a inclusão de minorias.

Mas a diversidade não deve aparecer apenas em campanhas publicitárias, mas no desenvolvimento de produtos que respeitem as diferenças – etnia, gênero, orientação sexual, capacidade física e mental, religião etc. 

É importante respeitar e abraçar a pluralidade no desenvolvimento de estratégias de marketing assertivas.

10 Responsabilidade ambiental

As empresas devem assumir compromissos com o meio-ambiente que transcendam a ideia de marketing verde, e incluam o desenvolvimento de produtos e processos com o compromisso com a sustentabilidade em toda a cadeia de valor.

O marketing digital assume o importante papel de transmitir essa preocupação da marca para os consumidores, sempre com autenticidade e honestidade. Chamamos essa tendência de ESG Environmental, Social and Governance.

11 Chegada do Metaverso

Embora o conceito não seja novo, o Metaverso indica que em breve, o contexto virtual será mais importante do que o real. Em poucas palavras, o Metaverso é um ambiente virtual sustentado pela internet, inteligência artificial e realidade aumentada.

As marcas que desejam ganhar relevância em 2022 devem se inserir no Metaverso, especialmente porque uma tendência é relacionar a experiência imersiva com o entretenimento como um diferencial para o consumidor.

Você está pensando em adotar alguma dessas estratégias de marketing digital para alavancar a sua marca em 2022? Nos contacte e conte suas ideias, estamos dispostos a ajudá-lo.